domingo, 20 de março de 2011

QUANDO A BÊNÇÃO SE TRANSFORMA EM MALDIÇÃO

Eis que hoje eu ponho diante de vós a bênção e a maldição; (Deuteronômio 11.26)
      Durante muitos anos de ministério, presenciei várias pessoas permitirem que a bênção que o Senhor havia derramado sobre sua vida, fosse transformada em maldição. No livro de Samuel podemos ver a história de Saul. A bíblia fala que ele era um homem belo e valoroso, entretanto o final da sua vida foi trágico.
      Muitas pessoas têm desejado e pedido bens materiais e não têm alcançado ainda, porque Deus sabe que essas pessoas não possuem uma estrutura capaz de suportar o suficiente para se manterem íntegros diante de Deus. Se esses desejos forem realizados na vida dessas pessoas, elas os transformarão em maldição, pois não sabem lidar com as bênçãos. O mesmo acontece na área sentimental, ministerial, familiar...
    De uma coisa não podemos esquecer: tudo o que temos, foi Deus quem deu! Esse é o princípio básico para que nunca esqueçamos que os nossos dons e potenciais estão no Senhor.
           
A bênção se transforma em maldição, também, quando não zelamos pela bênção que está em nossas mãos.  Em Deuteronômio 4.24, podemos ver claramente o zelo em Deus em relação às Suas coisas. Se Deus te deu um dom, zele por ele. Se Ele te deu uma casa, por mais simples que ela seja, zele por ela.
        Quando não valorizamos a bênção de Deus na nossa vida, ela se transforma em maldição. Em Lucas 16.10, aprendemos que a fidelidade começa quando cuidamos no/o pouco. 
        O não esperar o tempo da bênção é a direção para entrar na maldição.  Na minha infância, um episódio marcou a minha vida: Em um certo dia, minha mãe fez um bolo, e assim que ela tirou do forno, eu pus a mão, e claro, me queimei. Vendo aquilo, ela, pra me ensinar que tudo tem o seu tempo, me fez comer o bolo inteiro, mesmo antes de esfriar. Por mais engraçado que pareça, aquilo me trouxe uma lição que trago até hoje. Tudo tem o seu tempo.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.(Eclesiastes 3.1)
          
Porém o SENHOR teu D eus não quis ouvir Balaão; antes o SENHOR teu Deus trocou em bênção a maldição; porquanto o SENHOR teu Deus te amava. (Deuteronômio 23.5)
E havia um homem de Benjamim, cujo nome era Quis, filho de Abiel, filho de Zeror, filho de Becorate, filho de Afia, filho de um homem de Benjamim; homem poderoso. (1 Samuel 9.1)
Então tomou Samuel um vaso de azeite, e lho derramou sobre a cabeça, e beijou-o, e disse: Porventura não te ungiu o SENHOR por capitão sobre a sua herança? (1 Samuel 10.1)
Então disse Saul ao seu pajem de armas: Arranca a tua espada, e atravessa-me com ela, para que porventura não venham estes incircuncisos, e me atravessem e escarneçam de mim. Porém o seu pajem de armas não quis, porque temia muito; então Saul tomou a espada, e se lançou sobre ela. (1 Samuel 31.4)
Porque o SENHOR teu Deus é um fogo que consome, um Deus zeloso. (Deuteronômio 4.24)
E ele, e a sua descendência depois dele, terá a aliança do sacerdócio perpétuo, porquanto teve zelo pelo seu Deus, e fez expiação pelos filhos de Israel. (Números 25.13)
Quem é fiel no mínimo, também é fiel no muito; quem é injusto no mínimo, também é injusto no muito. (Lucas 16.10)
E, entrando numa certa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez homens leprosos, os quais pararam de longe; (Lucas 17.12 )
.Já é tempo de operares, ó SENHOR, pois eles têm quebrantado a tua lei. (Salmos 119.126)
E ele disse: Ide à cidade, a um certo homem, e dizei-lhe: O Mestre diz: O meu tempo está próximo; em tua casa celebrarei a páscoa com os meus discípulos.(Mateus 26.18)
.Disse-lhes, pois, Jesus: Ainda não é chegado o meu tempo, mas o vosso tempo sempre está pronto. (João 7.6)

Está debaixo do tempo de Deus traz a bênção!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário